Inovação · Storytelling

A Jornada do Herói

Continuando a nossa série de posts sobre Storytelling, no último post – O poder to mito – falei sobre a teoria do Monomito, ou a Jornada do Herói de Joseph Campbell. Hoje vamos mergulhar um pouquinho mais para entender o que é a Jornada do Herói.

Durante seus estudos da mitologia ao redor do mundo, Joseph Campbell descobriu que todas as “boas” histórias contadas no mundo seguem um mesmo padrão. Elas têm um herói que passa por vários obstáculos para alcançar um tesouro. É tão simples quanto isso! Mas essa teoria é tão simples é ao mesmo tempo tão complexa por que não serve qualquer história de um herói com um obstáculo e um prêmio no final. Um bom contador de histórias vai elaborar bem cada etapa da história para torná-la atraente e intrigante. Leia também – Os elementos de uma boa história.

Vamos mergulhar, então um pouco mais fundo e decompor todos os passos que um herói passa em sua jornada em busca do seu tesouro. O segredo de uma boa história está em criar suspense e surpresa na passagem de uma etapa para outra. Não sou um especialista em “O Senhor dos Anéis”, mas vou usar alguns exemplos da trilogia para ilustrar essas etapas.

Mundo comum:  É o mundo atual do herói, em geral, um mundo chato, sem muito acontecimentos em que o herói ainda não é um herói.
Ex: Em O Senhor dos Anéis, Frodo vivia uma vida comum na terra dos Hobbits. 

Chamado para a aventura: Algum acontecimento repentino, faz o herói se movimentar. Na maioria das vezes, o herói nega o primeiro chamado e se recusa a se engajar na aventura.
Ex:  Frodo conhece o anel mágico nas mãos de Bilbo e recebe a missão de destruí-lo.

Encontro com o Mentor: Alguma figura aparece no enredo e dá ao herói algum conselho ou ‘objeto mágico’ que inspirará e guiará o herói por sua jornada.
Ex: Frodo encontra Gandalf que lhe explica a natureza maléfica do anel e que á única forma de destruí-lo é levá-lo até Mordor.

Provação: É onde a história fica por mais tempo, mostrando todas as provações, obstáculos e desafios que o herói precisa vencer para alcançar seu objetivo.
Ex: Frodo passa por inúmeras aventuras e provações (ele próprio é tentado pelo anel) durante quase 90% das 9:30h de filme.

Recompensas: Durante sua jornada, o herói tem pequenas doses de recompensas que fazem ele pensar que o desafio maior vale a pena. Essas doses de confiança normalmente vêm após uma granda dificuldade em que o herói pensa em desistir.
Ex: depois da batalha que matou Gandalf, um dos aliados, Boromir, tenta roubar o anel de Frodo. Sem Gandalf, Frodo sente que não tem em quem confiar e que essa é uma missão que ele precisa fazer sozinho. Então ele decido continuar viagem sozinho.

Contratempos: Não existe jornada sem dificuldades. Elas estão em todo lugar, tentando dificultar o caminho do herói. A cada contratempo, a tensão e a emoção vão aumentando.
Ex: Frodo é ferido na batalha com Shelob e é preso na torre. Seu amigo Sam consegue encontrá-lo e o ajuda a fugir da torre.

Elixir: É o momento em que o herói alcança seu objetivo e sua recompensa máxima. Ela pode ser uma recompensa explícita ou implícita e uma nova “vida comum” se inicia para o herói, mas ele nunca mais será o mesmo.
Ex: Após a destruição do Anel, todos ficam felizes e Sam e Frodo sonham com a terra natal dos Hobbits. Mas a vida nunca mais será a mesma, Sam ganha um livro vermelho de Frodo e retorna à terra dos Hobbits, sozinho. Frodo não retornará, ele tem uma missão maior a cumprir agora.

Em um próximo post, vamos discutir um pouco como usar essa Jornada do Herói para comunicar resultados de pesquisas, projetos e idéias.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s